PENELINHA: O HIT DO CARNAVAL 2012 EM POÇÕES


Neste carnaval 2012, várias canções fizeram a cabeça dos foliões em todo Brasil. Já em Poções, onde não existe carnaval, uma nova música tem chamado bastante a atenção se chama “Panelinha”. O Hit do momento já está sendo tocadas em celulares e até em carros de som e bares da cidade.

Ouça o Hit deste carnaval.


ADELSON MEIRA – SOU IMUNE A CRÍTICA!


 As vezes aparece um ou outro “puxa saco” reclamando da postura crítica do Portal Poções, dizendo que nós não fazemos ‘elogios’ a ninguém. É bom que saibam o seguinte: IMPRENSA LIVRE É IMPRENSA CRÍTICA. Imprensa que só faz elogios é imprensa comprada (Marrom) e não merece tanta credibilidade. O Portal nunca cobrou de ninguém para fazer entrevistas. Como todo mundo sabe, no inicio nós até fechamos contratos para a divulgação de notícias feitas por eles, mas com o passar do tempo a verdade apareceu, juntamente com a forma corrupta deste governo, e nós recusamos os empregos e os contratos. O Portal foi criado com esta finalidade, pois entendemos que criticando e denunciando os erros, roubalheiras e mazelas do poder, cumprimos um papel muito mais importante na nossa sociedade do que aqueles que se encostam ao poder para mamarem à custa do povo. Além do mais, deixamos o papel de defender a atual administração nas mãos dos “donos” das rádios e sitezinhos, os quais já são muito bem pagos para tal finalidade. Volto a dizer, SOU TOTALMENTE INDEPENDETE! Se desagradamos ou incomodamos é porque falamos a verdade e batemos direto nas ‘feridas’. Quem tiver alguma coisa a esconder, que passe bem longe de nós, pois não tenho rabo preso e não guardamos certos tipos de ‘segredos’ de ninguém. Denunciar e combater a malversação de dinheiro público é dever de toda a sociedade. Por isto não agradamos a certos tipos de gente. Quanto aos erros e problemas de familiares, isso todo mundo tem, não é verdade? Portanto, podem falar o que quiserem de min. Quanto mais falam, mais fico fortalecido. Afinal, de tanto ser criticado, ME TORNEI IMUNE A CRÍTICA!


POÇÕES: POUCO TRABALHO NA CÂMARA APÓS O CARNAVAL


sessao_camaraApós o feriado de Carnaval, a sessão da câmara retornou nesta segunda-feira (27). Com breves colocações, os vereadores votaram favoravelmente a dois projetos de leis.

O primeiro projeto, de autoria do Poder Executivo Municipal, concede mediante escritura de doação, uma área de terra de 500m² no Loteamento Juvenal Oliveira, em favor da Associação da Terceira Idade – Grupo Fonte de Vida.
O outro projeto de autoria do vereador João Bonfim autoriza a construção de um canal no bairro Primavera para facilitar o escoamento do esgoto permanente e águas pluviais, atendendo a uma solicitação dos moradores das ruas Santa Luzia e Santos Dumont.

Com informações da Rádio Comunitária


DENÚNCIA: SECRETÁRIO “COMPRA E VENDE” (PARTE 2)



No nosso editorial anterior sobre o secretário “compra e vende” pudemos notar que é visível o desrespeito a legislação, em vigor, quanto ao relacionamento comercial entre agentes públicos e empresas fornecedoras, mas isto em Poções não tem tido a fiscalização e punição necessárias para fazer parar a gulodice “dos gastos estranhos” do governo do “menino do mito”. Governo não, desgoverno sim!

A função do Portal Poções, desde a sua fundação, sempre foi a de fiscalizar, denunciar e abrir espaço aos internautas para questionamentos sobre os agentes e órgãos públicos, mostrando a todos, os desmandos e mau uso do dinheiro público, por aqueles que querem e insiste em lesar a sociedade e se locupletarem das benesses governamentais em detrimento ao sofrimento de um povo inculto. A partir de agora estaremos oficializando as nossas denúncias e encaminharemos ao Ministério Público as provas documentais para que alguma coisa de concreto seja feito contra àqueles que querem se aproveitar da boa fé do povo.

Consta no site do Tribunal de Contas dos Municípios que o secretário e dono do posto América, Gilvan Pereira, compra e vende para a prefeitura.

                           Após investigação no site do TCM-Tribunal de Contas dos Municípios, referente aos gastos da Prefeitura de Poções, anos 2009 e 2010 encontramos gastos exorbitantes com combustível no ano de 2010, principalmente após a entrada do novo secretário “compra e vende” de saúde, Gilvan Pereira. Enquanto o povo não consegue realizar exames e procedimentos por falta de dinheiro, o atual secretário elevou os gastos da secretária de saúde com combustível no ano de 2010, em quase R$100.000,00 (cem mil reais) a mais em relação a 2009, ou seja, em 2009 o ex-secretário e vice-prefeito Dr. José Schettinni, com toda sua má gestão gastou exatamente R$205.000,00 (duzentos e cinco mil) o grande secretário Gilvan Pereira gastou R$297.000,00 (duzentos e noventa e sete mil). Como explicar tanto combustível quando as ambulâncias não prestam socorro a população, a tempo, alegando falta de combustível?  As pessoas morrem, ou não são atendidas, mas as notas do Auto Posto América (do secretário) não atrasam, são pagas rigorosamente em dia. Veja só este exemplo: nos meses de setembro e outubro de 2010 a Secretária de Saúde pagou ao Posto América pouco mais de R$20.000,00, já em novembro e dezembro, do mesmo ano, a secretaria desembolsou mais de R$110.000,00. Como explicar isto a população? É estranho, muito estranho!Como podemos entender que centenas de pequenos exames são negadas à população carente, quando o secretário de finanças, Robson Nery que possui uma condição financeira boa, retira do dinheiro da saúde, diárias de 181,00?Diárias de saúde para um secretário de finanças? Pode? E o mais interessante é que a Lei é clara: só pode gastar o dinheiro da saúde em despesas da saúde, finalidade exclusiva da saúde e aí vem a pergunta: este valor foi realmente destinado a gastos com saúde?

Consta no site do Tribunal de Contas dos Municípios que o secretário de  finanças, Robson Nery, usou Diárias pagas pela secretária de saúde.

Além das esquisitices encontradas nas contas da Prefeitura de Poções, nos relatórios do Tribunal de Contas dos Municípios, publicados no site, encontramos a falta de licitação no ano de 2011 para combustíveis (que é ilegal) e o poder público municipal, simplesmente renovou o contrato com o fornecedor Auto Posto América (que é do secretário Gilvan) contrariando e burlando a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Consta no site do Tribunal de Contas dos Municípios que o vice-prefeito, Dr. José Schettinni, no ano de 2009 recebeu os sálarios de vice-prefeito pela secretária de saúde.

Não dizemos que é esquisitice, mas dizemos ser uma inflação grave contra a Lei de Responsabilidade Fiscal a utilização de recursos destinados à saúde para pagamento de despesas com outras esferas governamentais.Absurdamente o vice-prefeito, que foi secretário de saúde,  recebeu em 2009 sua remuneração do cargo de vice-prefeito na folha de pagamento da saúde. Pode? (Mas e quanto o que diz a lei: só pode gastar o dinheiro da saúde em despesas da saúde, finalidade exclusiva da saúde) Achamos estranho e estamos enviando as planilhas e folhas para o ministério público tomar as providências cabíveis. Basta dizer quer, em outros estados, inflações como estas o prefeito já teria seu mandato cassado por improbidade administrativa, mas surpreendentemente na “Terra da Má Notícia”, pelo menos até agora, nada foi feito para que a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei de Licitações fossem devidamente cumpridas e colocadas em execução.

Estaremos enviando ao Ministério Publico a formalização desta denúncia e todas que surgirem, para que alguma coisa seja feita no sentido de estancar com esta sangria infame feita por este grupo de sanguessugas comandado pelo menino do mito que não se cansa de burlar a Lei e lesar o erário público. Quem quiser ajudar a fiscalizar é só acessar o site do Tribunal de Contas dos Municípios ou do Portal da Transparência.

                            Veja abaixo a certidão simplificada que prova que, até os dias de hoje, o Auto Posto América é de propriédade do Secretário de Saúde Gilvan Pereira.

www.PORTALPOCOES.com


POÇÕES: PRF RETOMA AS ATIVIDADES APÓS GREVE


A PRF (Polícia Rodoviária Federal) assinou um acordo com o governo e encerrou a greve da categoria na noite da última terça-feira (28). Os policiais decidiram aceitar a proposta de aumento salarial de 15,8% divididos nos próximos três anos. Além disso, foram atendidas outras reivindicações, que não geram impacto orçamentário, como o fim do fator limitador para progressão de carreira. Antes apenas metade dos policiais aptos a serem promovidos poderia subir de posição. Pelo acordo, não há mais esse limite. A greve da PRF começou no dia 20 de agosto, quando a corporação começou a paralisar os serviços em alguns Estados. A adesão geral durou cerca de uma semana. Desde a última sexta-feira (24), apenas 30% do efetivo estava trabalhando nas rodovias federais. Eram atendidos somente acidentes com vítimas e, em nenhum caso, o boletim de ocorrência era emitido na hora. No entanto, a FenaPRF (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais) garante que todos os policiais foram trabalhar, mas durante a paralisação não saíam dos postos rodoviários. A Federação garante que, ainda nesta quarta-feira (29), todas as atividades da PRF foram normalizadas e avaliou que, diante das circunstâncias, o acordo com o governo foi “bom”. Mas a FenaPRF pondera que ainda há reivindicações pendentes e, por isso, as negociações continuam. (R7)