Bahia: Autoescolas começam a oferecer aulas pela internet com validação do Detran-BA


Detram

Por meio do sistema eletrônico do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA), integrado ao Centro Virtual do Sindicato das Autoescolas (Sindauto), terá início nesta terça-feira (28), em Salvador, a primeira turma de aula teórica remota do curso de formação de condutores, com 50 alunos. Durante a semana, as autoescolas que aderiram ao novo modelo deverão anunciar a abertura de novas turmas, na capital e no interior. A medida foi autorizada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) no enfrentamento à Covid-19, mas não é obrigatória para os alunos. Aqueles que desejarem aguardar o retorno das aulas presenciais não terão prejuízos econômicos. O prazo do laudo para a primeira habilitação, que era de 12 meses, foi prorrogado para 18 meses. As aulas virtuais terão que ser validadas pelo Detran-BA. A autoescola deverá enviar ao órgão, em 72 horas, um relatório contendo as seguintes informações: identificação do estabelecimento, data e horários de início e término da aula, registro facial biométrico dos alunos e instrutores, conteúdo oferecido e quantidade de candidatos, com a presença de cada um confirmada virtualmente. Já para a retomada das aulas e exames práticos, o Detran-BA está finalizando os protocolos de segurança sanitária, que deverão ser seguidos pelas autoescolas. O órgão vai publicar uma portaria com as regras para a reabertura dos estabelecimentos. A previsão é que em 15 dias, no máximo, as atividades presenciais recomecem nos cursos de direção veicular.


Brasil: Vacina de Oxford contra a covid-19 deve chegar no Brasil em dezembro


Foto; Ilustrativa

Nesta terça-feira (28), o secretário de vigilância em saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, afirmou que o governo já encomendou 100 milhões de unidades da vacina de Oxford contra covid-19, que está na terceira e última fase de testes. Caso a imunização se comprove eficaz e segura, o primeiro lote – de 15 milhões de vacinas – deve chegar em dezembro deste ano. “Nessa encomenda está previsto o primeiro lote, para chegar em dezembro, e o segundo lote em janeiro. Muito em breve, se tudo der certo, nós teremos a vacina em dezembro com a ajuda de Deus e o esforço e trabalho de toda a comunidade científica”, afirmou o secretário em entrevista à CNN Brasil. De acordo com Correia de Medeiros, serão 15 milhões de unidades em dezembro, mais 15 milhões em janeiro e as outras 70 milhões devem chegar ao país em lotes sequenciais a partir de março. Ele ressaltou que o Brasil tem a vantagem de poder produzir a vacina em território nacional, na fábrica Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz. Essa não é a única vacina na última fase de testes no território nacional. Na segunda-feira (27), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac deve ser distribuída em massa em janeiro de 2021.


Poções: Secretária de Saúde desmente oposicionistas que insistem em fazer politicagem com a Covid-19 em Poções


A Secretaria de Saúde, Lorena Santos Mascarenhas, participou de mais uma live da Covid-19 na noite desta segunda-feira (27), momento que aproveitou para esclarecer uma polêmica gerada por opositores que insistem em fazer politicagem usando do coronavírus. Na oportunidade, a secretária de saúde falou sobre uma estrutura que foi substituída no Ginásio de Esportes, onde funciona o Hospital de Campanha e o Centro de Enfrentamento a Covid-19. De acordo Lorena, a troca da estrutura foi feita após analise de que seria necessário a prefeitura contratar uma empresa que já é licitada, que ofereceu menor preço e que ainda fará a doação de dois meses de estrutura para o município. A decisão acertada após a polemica gerada pelos opositores comprovou a competência e transparêcia da gestora da pasta da saúde, que foi bastante elogiada nas redes sociais. Assista o esclarecimento!

.             .


Poções: Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), do exercício de 2020, inicia a partir do dia 17 de agosto.


A Prefeitura Municipal de Poções, através da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário, informa aos proprietários rurais que o Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR), do exercício de 2020, inicia a partir do dia 17 de agosto. Para agilidade no atendimento do contribuinte, o mesmo deve levar a declaração do ano anterior e apresentar para o agente da sala. Para mais esclarecimentos, o contribuinte deve procurar Sala da Cidadania, que fica localizada no prédio da Secretaria de Agricultura, situada a Praça da Bandeira, nº 290 (ao lado da prefeitura). Lembrando que devido à pandemia de coronavírus, o atendimento ao público é das 8h às 12h. É importante destacar que o CCIR não será enviado pelos Correios para o endereço de correspondência do titular; (mais…)


Poções: Secretaria de Assistência Social lança campanha sinal vermelho


Mulher que esta sofrendo violência na pandemia: você não esta sozinha! Se você está com dificuldades de denunciar seu agressor, faça um “X” vermelho na palma de sua mão e mostre em uma farmácia ou comércio. O atendente chamará a polícia. O alerta precisa ser diário. Vamos divulgar esta campanha! Tire uma foto como esta, com um  na mão, e compartilhe usando a #campanhasinalvermelho. Não esqueça de marcar o @secretariaseassistenciasocial e @laimasc. Vamos atingir o maior número de mulheres pois o silêncio mata e a nossa voz salva vidas! Comente com as pessoas do seu bairro ou por onde passar. Se você conhece alguém da área farmacêutica, repasse a informação.  Divulgue a campanha enviando e compartilhando esse post para que o máximo de pessoas tenha conhecimento.


Brasil: Justiça suspende uso de R$ 500 milhões da Lava Jato no combate ao novo coronavírus


A juíza substituta da operação Lava Jato na Justiça Federal em Curitiba, Gabriela Hardt, decidiu suspender o prazo da ação que destinava R$ 508 milhões, provenientes de multas e acordos de leniência na operação, para o combate da pandemia do novo coronavírus. A suspensão vale até que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida se cabe à força-tarefa, ou não, decidir a destinação desses recursos. Até lá, o repasse às ações de enfrentamento à Covid-19 fica paralisado. No despacho obtido pela TV Globo, Gabriela Hardt diz que, “em razão da celeuma gerada, termino a presente decisão, em 24 de julho de 2020, quando o Brasil registra 84.082 mortes provocadas pela Covid-19 e 2.287.475 de casos confirmados da doença no país, acolhendo o pedido do MPF para o fim de determinar a suspensão do prazo (…)”. A oferta do dinheiro segue recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e foi revelada pelo Jornal Nacional no último dia 6, quando a proposta completou um mês sem receber resposta definitiva do governo federal. Após a reportagem, o Ministério da Saúde aceitou a verba. E mesmo assim, em seguida, o governo acionou o STF para impedir que a operação Lava Jato defina a destinação dos recursos resultantes de multas (em condenações criminais) ou acordos de leniência ligados ao combate à corrupção.


Justiça: STF arquiva inquéritos da delação premiada de Sergio Cabral contra ministros do STJ e TCU


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou a abertura de três inquéritos que tiveram como base a delação premiada do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), que levaria a investigação de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Tribunal de Contas da União (TCU).  O pedido para arquivamento foi feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, em abril. Agora, Toffoli tem a responsabilidade de decidir sobre outros nove inquéritos, que também foram abertos a partir da delação de Sérgio Cabral.  Os três arquivamentos decididos por Toffoli contrasta com o entendimento do ministro Edson Fachin, de acordo com informações da CNN Brasil. Em fevereiro, Fachin homologou a delação do ex-governador do Rio e autorizou a Polícia Federal a conduzir 12 inquéritos no STF para investigar as acusações feitas por ele por meio de delação premidada. Além da delação, como parte do acordo, Cabral se comprometeu em devolver os R$ 380 milhões recebidos de propina à época em que governava o estado. Os detalhes da delação e do acordo, permanecem em segredo de Justiça.


Bahia: Secretaria da Educação emite nota de esclarecimento sobre retomada do ano letivo


Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, o Governo do Estado da Bahia vem tomando todas as providências para salvar vidas humanas e proteger a população, sempre em conformidade com as orientações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), de médicos e da comunidade científica nacional e internacional. Desta forma, a Secretaria da Educação da Bahia vem a público reafirmar o compromisso inquebrantável com a preservação das vidas dos estudantes, professores, gestores e servidores, ao passo em que informa o que se segue. (mais…)