Eleições 2020: Candidata a prefeita do PCdoB segue desrespeitando a Justiça Eleitoral em Poções


Foto: Reprodução

Os atos políticos com aglomerações foram proibidos na cidade de Poções, após decisão judicial. Conforme o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), ações foram tomadas após denúncias feitas pelo Disque-Aglomeração e coordenadas pelo Plano Integrado de Segurança – Eleições 2020, através da juíza Isabella Lago. Fatos semelhantes, de acordo com o órgão eleitoral, ocorreram em diversas cidades da Bahia. Com isso, na última semana do pleito eleitoral, as estratégias dos partidos tiveram que mudar, já que as reuniões foram proibidas. No entanto, segundo informações da população, o grupo 65 permanece desrespeitando as regras eleitorais, uma vez que a determinação foi publicada no sábado, e no dia seguinte, no domingo, o grupo fez reuniões no Mulungu e na região do Bezerro, conforme vídeos e fotos que circulam nas redes sociais, desrespeitando totalmente a determinação judicial e demostrando mais uma vez que não tem medo e nem respeito pela lei. Lembramos que a chapa Nilda e Bonfim coleciona várias multas e processos eleitorais por irregularidades. Salientamos que as medidas são válidas para todos os grupos políticos, e que qualquer cidadão pode denunciar através do telefone constante no site do TRE.