Covid-19: MP recomenda que município de Poções mantenha atividades não essenciais suspensas


O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou ao município de Poções a suspensão de atividades comerciais consideradas não essenciais. A recomendação é de autoria dos promotores de Justiça Ruano Fernando da Silva Leite e Fabiane Lôrdelo Rêgo Andrade. De acordo com o MP, Poções deve regulamentar a proibição de festas e aglomerações e avaliar a reabertura gradual do comércio de acordo com resultados favoráveis do cenário epidemiológico, considerando a avaliação das autoridades sanitárias. Fatores como a estabilização do número de casos ativos, diminuição contínua da taxa de infecção diária e aumento da taxa de isolamento social local devem ser observados. Campanhas educativas, veiculação de orientações por carro de som e auxilio de força policial aos profissionais da saúde deverão ser promovidas também. Além disso, a delegacia de Polícia Civil deverá apurar infrações penais, expedindo guias periciais com previedade. Segundo o MP, o quadro atual de Poções em relação ao coronavírus é de aumento no número de casos, indicando franca ascendência da curva de contágio na cidade. “Vale salientar que desde o dia 3 deste mês até o dia 21, ou seja, em apenas 17 dias, foram confirmados um total de 105 casos”, ressaltaram os promotores de Justiça. Clique aqui e confira a recomendação conjunta!