Poções: Prefeito e vice vencem no TSE e seguem nos cargos definitivamente; denuncia feita pela oposição foi julgada como improcedente


Foto: Reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou improcedente a denuncia feita pela coligação “Por uma Poções cada vez melhor”, encabeçada pelo ex-prefeito Otto Wagner de Magalhães e ex vice-prefeito João Bonfim Cardoso Cerqueira, alegando suposta captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico por parte da coligação “Poções voltará a sorrir”, encabeçada pelo prefeito Leandro Araújo Mascarenhas e vice-prefeito Jorge Luís Lemos, nas eleições de 2016. O julgamento feito pelo ministro  , na sede do Og Fernandes aconteceu nesta quinta-feira (07) no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasilia. O prefeito leandro deu a notícia em primeira mão para a população através de sua página no facebook. “JUSTIÇA DIVINA! A melhor maneira de combater uma mentira é com o silêncio. Quando você se cala e permanece em oração, Deus faz a justiça por você. Desde que fui eleito prefeito do município de Poções com 11.860 votos, meus opositores, que não aceitaram a minha vitória, inventaram mentiras que eu perderia o mandato por conta de suposta captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico. Hoje, 07/02/2019, a justiça foi feita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com decisão final sobre esse processo. Fui absolvido pelo Ministro Og Fernandes que, seguindo a linha do TER-BA, deixou claro que não houve provas de qualquer prática ilícita no pleito eleitoral em que nos consagramos vencedores. Portanto, contrariando ao que alguns esperavam, fomos mais uma vez confirmados no cargo pela Justiça Eleitoral, para o qual eu, juntamente com o meu vice-prefeito Jorge Luís fomos eleitos democraticamente para o período 2017-2020! Aproveito o momento oportuno e reafirmo o nosso compromisso com o povo de Poções, além de salientar que o melhor ainda está por vir em nosso mandato. Avança Poções!“, disse o gestor.

Clique aqui e confira a decisão do TSE