Planalto: Oposição derrota base do prefeito na eleição da Mesa Diretora Câmara de Vereadores


Foto: Divulgação

Na última sexta-feira (30), a oposição ao prefeito Edilson Duarte (Dico) saiu na frente na corrida pela conquista da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Planalto, quando foi eleita, de forma não esperada, a chapa formada pelo vereador Flávio Nogueira dos Santos (PT), Presidente; Renê Rodrigues (PT), Vice-presidente; Ruy dos Santos Júnior (PP), 1º Secretário e Danilo Campos (PSC), 2º Secretário. A eleição foi de fato uma surpresa para todos e marcou um mal-estar, visto que um vereador da base traiu o Prefeito no último momento. Segundo o 2º Secretário eleito, Danilo Campos, a composição anterior contava com o candidato da situação, o vereador Ruy Junior, e votariam nele. “Porém faltando alguns minutos para acontecer a sessão, o outro vereador, Joaevaldo Vieira, conhecido como Val, desistiu de votar em Junior para votar no candidato do Prefeito e com isso ficamos desfalcados com apenas cinco votos e eles com seis e automaticamente ganhariam a eleição. E aí lançamos a chapa de honra, onde colocamos Flávio Nogueira para ser Presidente. Fomos para votação, fiz a conferência dos votos, deu empate, 5 a 5, e no último que tiramos ganhamos a eleição, de 06 a 05”.

Para o Presidente eleito, Flávio Nogueira, apesar de muitos serem pegos de surpresa, já havia sinalização de que tudo poderia acontecer. “Há muito que vínhamos observando as movimentações da bancada de situação sem conseguir a unidade e sabíamos que tudo poderia acontecer nos momentos finais à eleição e por isso estávamos preparados para apresentar a Chapa e esperar o resultado baseado na falta de sintonia da bancada de situação, e foi o que aconteceu”. Segundo Flávio, todos conhecem seu perfil e isso proporcionou a sua chegada ao cargo. “A eleição da mesa diretora da Câmara em especial o cargo de Presidente passa muito pela relação de cada vereador com os seus pares. Todos conhecem o meu perfil firme nos meus posicionamentos, mas sempre procurei tratar todos com afeto e respeito, pois entendo que todos somos iguais e questão de ideologia partidária ou pertencimento a grupo político tem que ficar no ambiente externo ao da função de administração da Casa. Aprendi muito nas funções de Líder do Governo Cloves e atualmente na liderança da Oposição que o diálogo sempre é o melhor caminho para se conquistar espaços”. Concluindo, o Presidente eleito agradeceu ao seu grupo político, e aos colegas eleitos e disse que a nova gestão da mesa diretora será “democrática com a participação de todos os vereadores e sobretudo faremos com que a Câmara cumpra exatamente a função essencial que lhe posta representar bem a nossa população”. Por Lílian Symaia