Poções: Sindicato dos Médicos emite nota em repúdio à direção do Hospital São Lucas


Mais uma demonstração notória de perseguição ao profissional médico ocorreu no interior da Bahia. Desta vez foi no município de Poções (450km de Salvador) onde, há 15 dias, um médico do Hospital São Lucas foi sumariamente demitido, revelando o total descaso dos gestores da Santa Casa (que administra a unidade) com a saúde pública. Tudo indica que a dispensa foi em retaliação às críticas que ele vinha fazendo às condições de trabalho, estrutura da unidade e protocolo de atendimento aos pacientes do SUS. O Sindimed encaminhou a denúncia ao Ministério Público do Trabalho, cobrando apuração e a reintegração do médico. O profissional informou ao presidente do Sindicato, Francisco Magalhães, que a demissão foi feita por telefone, e como ele não possui nenhum tipo de vínculo empregatício, assim como todos os outros médicos que trabalham no hospital, não recebeu seus direitos trabalhistas. “Eu sempre recebi meu salário de formas diferentes, às vezes através de cooperativas, outras vezes de forma direta”, relatou. O médico já conta com apoio jurídico para garantir os seus direitos. Clique aqui e confira a matéria na integra no site do SindiMed!