BAHIA: WAGNER PEDE RETORNO DE PROFESSORES ÀS SALAS DE AULA


O governador Jaques Wagner afirmou à TV Bahia, afiliada da Globo no estado, que mantém diálogo “sempre aberto” com a categoria dos professores da rede estadual de ensino, que está em greve há 24 dias em todo o estado. Eles querem um reajuste de 22,22% sobre o piso atual da categoria.

Jaques Wagner citou como benefícios o acordo que fez com os professores em novembro do ano passado e o projeto de lei enviado pelo Executivo e aprovado pela maioria dos deputados estaduais. “Nós agora, na lei que mandamos, antecipamos os 4% de ganho real e os 3%. Mandamos mais um aumento de 4,66%, além dos 6,5%, para a primeira faixa de licenciatura”, comenta.

Para o governador, a aprovação da lei e a declaração de ilegalidade do movimento feita pela Justiça justificam a retomada imediata das atividades nas escolas públicas da Bahia. Ele apela para o retorno dos servidores ao serviço, indicando que o atual orçamento não sustenta o reajuste pedido.

“O que eu peço aos professores e à sua representação, que suspenderam e foram para a greve, eles sabedores que o orçamento do estado está extremamente apertado. Eu não tenho espaço fiscal para, este ano, ir além do que aquilo que já está consagrado na lei. Vamos voltar às aulas para não criar um prejuízo muito maior para a parte mais humilde da população que depende da escola pública e óbvio que o diálogo está aberto”, argumenta. Cerca de um milhão de crianças e adolescentes estão sem aulas.

Na quinta-feira (3), os professores se reuniram na Praça da Piedade, em Salvador, e realizaram a “Feira da Sobrevivência”, com 15 barracas que vendiam frutas, legumes e verduras doados por feirantes de São Joaquim. Em assembleia realizada na quarta-feira (2), os professores decidiram manter o movimento grevista.

Um novo encontro da categoria está previsto para segunda-feira (7). Antes, no domingo (6), os professores distribuirão uma carta à comunidade nas proximidades do estádio de Pituaçu, onde será realizado o clássico do futebol baiano BAVI.